A depressão está ligada a obesidade?

A depressão está ligada a obesidade?

Um estudo extenso publicado em 2010 pela Archives of General Psychiaty constatou que existem uma grande relação entre a depressão e a obesidade.

Existem 55% de risco de uma pessoa obesa desenvolver a depressão ao longo dos anos em comparação com pessoas que não são obesas.

Motivos:

  • Nas duas situações o cérebro parece sofrer alterações químicas e falha na resposta ao estresse,
  • Padrões alimentares desregulados e distúrbios alimentares,
  • Desconforto físico que promovem a depressão,
  • Fatores psicológicos em desequilíbrio,
  • Baixa autoestima devido ao sentimento de inadequação física ou de outra natureza.

O mesmo estudo constatou que pessoas com problemas de depressão são mais propensas a desenvolverem obesidade. Esse risco aumenta em até 58%.

Algumas questões que a pessoa que desenvolveu depressão pode sofrer que podem causar o aumento de peso:

  • Aumento do nível do hormônio cortisol (o hormônio do estresse, mais comuns em pessoas em depressão), isso pode causar alterações em células de gordura, que são responsáveis por acumular gordura,
  • A gordura abdominal costuma ser a mais afetada, de acordo com o estudo,
  • Devido a depressão, as pessoas costumam comer em excesso aqueles alimentos que só pioram o quadro da depressão e da obesidade, que não possuem nutrientes e são ricos em açúcares, sódio e gordura prejudicial,
  • Muitas pessoas com depressão não sentem disposição de realizar exercícios físicos,
  • Alguns medicamentos podem causar aumento de peso.

A verdade é que muitas vezes isso se torna um ciclo, ao qual por estar obeso a pessoa entra em depressão e ao entrar nesse estado ela tende a não ter força de vontade para ter ações para superar essas situações, de forma que dificilmente o indivíduo consegue iniciar um plano eficaz para mudar o cenário.

O ideal é que desta forma se consulte com um psiquiatra para verificar se há a necessidade de tomar medicamentos de maneira a equilibrar o organismo, além de iniciar uma terapia para melhorar os sintomas depressivos e desta forma ficará mais fácil criar novos planos para superar este problema.

Obesidade

Obesidade

Envie seu comentário